(88)99907-3838

Top Música
1
Eu Era
Marcos e Belutti
2
Abre o Portão Que Eu Cheguei
Gustavo Lima
3
Cadeira de Aço
Zé Neto e Cristiano
4
Vidinha de Balada
Henrique e Juliano
5
Amante Não Tem Lar
Marília Mendonça
6
Acordando o Prédio
Luan Santana
7
Sorte que ce beija bem
Maiara e Maraisa
8
Fiquei Sabendo
Avioes do Forró
9
Deixa ela saber
Henrique e Juliano



Chat dos Ouvintes

Digite seu NOME:


Estatísticas
Visitas: 30447 Usuários Online: 10


Peça sua Música

  • IVONILDO
    Cidade: DE PIRIPIRI a SAO PAULO
    Música: GUSTAVO LIMA,ABRE O PORTAO QUE EU CHEGUEI
  • anita velasques
    Cidade: picos-pi
    Música: brunno carvalho-a noite inteira
  • kennia rodrigues
    Cidade: picos
    Música: brunno carvalho-anormais
  • karla reis
    Cidade: piripiri
    Música: Barreiras-brunno carvalho
  • alice fernandes
    Cidade: s.francisco
    Música: barreiras-brunno carvalho
  • kennia rodrigues
    Cidade: picos
    Música: anormais-brunno carvalho
Política
Publicada em 05/12/17 as 09:09h - 31 visualizações
Marden Menezes chama atenção para perdas territoriais do Piauí

Alepi


 (Foto: Assessoria Alepi)

O deputado estadual Marden Menezes (PSDB) teve nessa segunda-feira (4) aprovado um requerimento para a formação de uma comissão que deve acompanhar o processo de litígio entre o Piauí e o Ceará. Marden defendeu seu requerimento chamando atenção da  Casa para a situação de cidades côo Buriti dos Montes, Pedro II e outras cidades da região. Em 2009 foi feito estudo na Comissão de Estudos Territoriais (CETE) para dirimir as querelas em relação aos litígios territoriais entre os dois estados envolvendo cidades como  Cocal, Cocal dos Alves, Pedro II, Domingos Mourão e outras cidades da região norte do Piauí.

Ao ocupar a tribuna para defender a proposição, Marden Menezes alertou que o Piauí poderá ser prejudicado se a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o litígio territorial for favorável ao Ceará, o que provocará, segundo ele, a redução da área estadual que abrange, dentre outros, os municípios de Buriti dos Montes, Cocal, Cocal dos Alves e Pedro II.

Segundo o deputado, a Comissão avançou no debate com o Ceará, mas o acordo não foi aceito pela Assembleia do Ceará. O Governo do Piauí entrou com ação em 2011 é esse processo está em andamento junto ao STF. "Foi feita uma pesquisa pelo IBGE mas foi contestada pelo Governo do Piauí e atualmente esses conflitos acontecem e é preciso que haja por parte do governador e dos senadores e deputados federais pra procurar entendimento com o Estado do Ceará porque da maneira como está tramitando o processo junto ao STF o Piauí poderá perder uma faixa extensa de terra. É primordial que formamos uma comissão de deputados para defender o Piauí. Principalmente porque a pesquisa feita pelo IBGE ela tem dados que favorecem o Estado do Ceará" avisou Marden. 

 

Fonte: Alepi




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Copyright (c) 2018 - Liberdade FM de Piripiri - Todos os direitos reservados